Lamego dá as dicas de saúde para você se proteger neste inverno

No dia 21 de junho, começou o inverno. Na estação mais fria do ano é muito comum aumento de número de pessoas infectadas por vírus da gripe. Neste ano de 2020, especialmente, os cuidados devem ser redobrados, uma vez que, a circulação do coronavírus tornou-se uma preocupação real. Se as pessoas puderem evitar a gripe comum, será um importante passo para redução de pacientes nos hospitais evitando a contaminação cruzada. Para isso, alguns cuidados são essenciais.

A gripe é uma infecção aguda do sistema respiratório, provocado pelo vírus da influenza, com grande potencial de transmissão e responsável por elevadas taxas de hospitalização.

A vacinação é a forma mais eficaz de prevenção contra a gripe e suas complicações. A vacina é segura e considerada uma das medidas mais eficazes para evitar casos graves e óbitos por gripe. Para garantir a cobertura vacinal de pelo menos 90% da população, o Ministério da Saúde adiou o fim da campanha deste ano para o dia 30 de junho.

Além da vacinação orienta-se a adoção de outras medidas gerais de prevenção para toda a população, comprovadamente eficazes na redução do risco de adquirir ou transmitir doenças respiratórias:

· Lavar as mãos com água e sabão ou usar álcool em gel, principalmente antes de consumir algum alimento.
· Utilizar lenço descartável para higiene nasal.
· Cobrir o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
· Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca.
· Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas.
· Manter os ambientes bem ventilados
· Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de gripe. Evitar sair de casa em período de transmissão da doença.
· Evitar aglomerações e ambientes fechados.
· Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.

Cuidados com a pele

O inverno traz problemas, também, para a pele. O maior órgão do corpo humano merece cuidados no inverno, devido à umidade do ar baixa e às temperaturas mais frias, que levam à diminuição na transpiração corporal. Esses fatores fazem com que a pele fique mais seca. Além disso, nesta época, é comum tomarmos banhos mais quentes, que provocam uma remoção da oleosidade natural de forma mais intensa, diminuindo o manto lipídico que retém a umidade da pele.

Dicas para manter a pele hidratada
· Beber no mínimo dois litros de água por dia.
· Evitar banhos quentes e muito demorados; evitar se ensaboar demais e usar buchas, que também contribuem para alterar a composição do manto hidrolipídico (hidratante natural produzido pelo organismo) que protege a pele.
· Usar o hidratante logo após sair do box – ainda no banheiro – com aquele vaporzinho pós-banho, que ajuda na penetração do creme.
· Para peles oleosas, e acneicas, evitar hidratante comum no rosto, usar oil free nas áreas de maior oleosidade (rosto e tórax).
· Para peles oleosas, e acneicas, evitar hidratante comum no rosto, usar oil free nas áreas de maior oleosidade (rosto e tórax).
· Os lábios também costumam ressecar muito no inverno. É importante usar hidratantes específicos para essa região e, assim, evitar rachaduras.
· Usar filtro solar diariamente.

Fonte para pesquisa: Ministério da Saúde e Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Rua Joaquim Figueiredo, 128, na Região do Barreiro, em Belo Horizonte, MG – CEP: 30.640-090. Contato: (31) 3384-6655.

Compartilhe nosso conteúdo nas redes:

Deixe o seu comentário:

Fale conosco

Marque seu exame, tire dúvidas ou mande sugestões.

  • (31) 99417-0289 / (31) 3384-6655​
  • contato@lamego.com.br
  • Seg - Sex: 7h30 às 18h / Sáb: 8h às 12h
  • Rua Joaquim Figueiredo, 128. Barreiro, Belo Horizonte.

Siga nossas redes